Repositórios virtuais para a história das ciências biomédicas no Brasil

Que tal ler uma revista do início do século XX ou uma tese médica do final do século XIX? Você conhece a histórias das instituições de saúde de sua cidade ou do seu Estado? Conhece a história das pessoas envolvidas historicamente com essas instituições? Que tal fazer isso sem sair de casa? 

Hoje compartilhamos com vocês alguns mecanismos disponíveis na web que podem interessar ao público em geral, mas também auxiliar na pesquisa histórica no campo das ciências biomédicas. Estes mecanismos variam em seu formato e apresentação, de maneira que tocam no cerne do que constituem as Bibliotecas Digitais e os Repositórios Institucionais correntes. 

Abaixo, recomendamos o acesso à Biblioteca Digital de Obras Raras, Especiais e Documentação Histórica da USP. Idealizada em parceria com a Biblioteca Brasiliana, aquela possui material documental diversificado entre jornais, livros, revistas e folhetos que abarcam os séculos XV até o XX. A listagem de obras pode ser realizada por coleção, título, autor, data e assunto. 

Biblioteca Digital de Obras Raras, Especiais e Documentação Histórica da USP.

Indicamos a coleção Um Século da Faculdade de Medicina da USP que possui itens como a Revista de Medicina, criada em 1916, sob os auspícios do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz e que servia para divulgar a produção científica de professores e alunos daquela instituição. Por meio de artigos, relatórios, conferências e noticiário nacional e internacional o leitor encontrará um rico material com temática variada dentro do campo mais amplo das ciências biomédicas.

A segunda sugestão de pesquisa é a Biblioteca Virtual em Saúde – História e Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde (BVS HPCS) que atua como um mecanismo de gestão de informação e conhecimento voltado para o público.

Biblioteca Virtual em Saúde - História e Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde (BVS HPCS)

A interface é dividida por áreas temáticas, como: História da Atenção à Saúde, História dos Saberes Médicos, História dos Saberes Psi, etc. O acesso detalhado em cada um destes eixos direciona o leitor para bases de dados sobre políticas e instituições de saúde, além de teses médicas defendidas em faculdades de medicina desde entre o final do século XIX e início do XX. 

A BVS HPCS também disponibiliza o Dicionário Histórico-Bibliográfico das Ciências da Saúde no Brasil (1832-1939), resultado de pesquisas e projetos organizados pela Casa de Oswaldo Cruz. A busca nesta ferramenta pode ser feita por verbetes (instituições e personalidades) ou descritores (pesquisa por termos) que apresentam ao leitor mais de cem anos de história biomédica no país. 

Dicionário Histórico-Bibliográfico das Ciências da Saúde no Brasil (1832-1939),

Além da BVS HPCS operar como “gerenciadora” de informação ela também dispõe de dados sobre o funcionamento de bibliotecas, acervos e arquivos físicos relacionados às ciências da saúde. Portanto ela age como um guia essencial para o acesso à Bibliotecas Digitais e Repositórios Institucionais. 

O processo de democratização do conhecimento está intrinsecamente relacionado ao surgimento de Bibliotecas Digitais e Repositórios Institucionais. São esforços de organização de informações digitais, da recompilação de coleções institucionais e da disponibilização de documentos a partir de recursos de tecnologia para seleção e leitura por variados públicos. 

Esperamos poder contribuir com esses esforços divulgando os seus resultados.

Outros links para Bibliotecas Digitais e Repositórios Institucionais: 

Grupo de Estudos e Pesquisa Higiene Mental e Eugenia: arquivos digitalizados

Acervo Precioso da Casa de Oswaldo Cruz

Biblioteca Digital de Obras Raras e Especiais do Observatório Nacional

Hemeroteca Digital Brasileira

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *